Limites de memória do Windows

Para quem está querendo comprar um servidor Windows e está na duvida em qual comprar devido a quantidade de memória que um Windows irá suportar e claro a sua licen$a irá suportar...
limites_memoria-winPara ver a lista completa : MSDN


Oracle Driver ODBC 32bits não é aparece no Administrador de fontes de dados ODBC win 64bits

windows_xp_logoAo instalar um client do oracle em um Windows 2003 Server 64-bits com a opção de ter o drive ODBC instalado, me deparei com algo meio que óbvio, porem para achar o bendito aplicativo ou como registrar o drive 32bit num OS 64bit não foi simples.
O drive do Oracle não é listado no Administrador de fontes de dados ODBC do Windows.

Dando uma lida na internet acabei encontrando no site da Microsoft o artigo 942976 que menciona bem o meu problema e de muitos outros bancos de dados.
PostgreSQL,MySQL,entre outros.

512-odbc-administrator"A versão de 32 bits da ferramenta Administrador de ODBC e a versão de 64 bits da ferramenta administrador ODBC exibem os DSNs de usuário de 32 bits e os DSNs de usuário de 64 bits em uma versão de 64-bit do sistema operacional Windows"

Sintomas: Continue lendo →


Heterogeneous Services Oracle Linux, Select on Mysql

Bom para entender melhor o que estarei explicando vou mostrar uma imagem que irá nos ajudar a entender o processo de acessar o mysql apartir do Oracle.

como mostra na imagem abaixo o Cliente(eu) vou conectar no meu Oracle database onde irá ter um DBlink para o Non-Oracle que no nosso caso é o MySQL. Assim podendo efetuar insert,delete,update e select apartir do Oracle lá no MySQL.
Isto tudo é feito apartir de um intermediador que vamos utilizar o ODBC. Particularmente falando não gosto muito, porem para quebrar um galho ajuda p/ caramba. Continue lendo →


Tunel parte 2

Bom imagino que o primeiro artigo sobre tunel ficou claro, porém muitos nem conhecem oracle e nem sabem como o utiliza. É uma pena!

Mas neste artigo vou mostrar como fazer um tunel de uma máquina que está na rede com a porta 3389 aguardando uma conexão e eu tenho somente acesso a um unico linux assim poderei puxar a porta do WTS para que eu consiga conectar fazendo assim um tunel:

Especificações:

Minha maquina em casa
IP Interno: 192.168.5.50
Meu Modem router
IP Interno: 192.168.5.254
IP Externo: 200.154.66.74

Servidor remoto Cliente X (Linux)
IP Externo: 200.45.3.1
IP Interno: 192.168.11.1
Servidor WTS na rede do Cliente X (Windows)
IP Interno: 192.168.11.20

Obs.: Sabendo que eu só tenho acesso via SSH porta 22 no servidor linux do cliente X porem estando ali posso pingar as máquinas internas caso este tenha acesso a estes micros/servers.

Então só para relembrar eu irei acessar o linux e farei um tunel para a máquina windos com WTS para que eu acesse remotamente uma maquina windows da rede do cliente.

Passos
a) abrir o putty


b) entrar com os dados para se conectar IP: 200.45.3.1 SSH porta: 22


c) Connection > SSH > Tunnels
d) Source port: 3355
e) Destination: localhost:3355


f) Add
g) Open


h) entrar com usuário e senha
i) no prompt digitar :

  1. ssh -L 3355:192.168.11.20:3389 localhost

j) Nesta parte poderá solicitar usuário e senha, assim informe os memos dados que entrasse no item (h). Isto é por causa que estais se conectando novamente na própria máquina [localhost = 192.168.11.1 = maquina linux via SSH].

l) Deve-se deixar o putty aberto para que estabeleça o tunel com sua máquina, assim podendo prosseguir com os seguintes passos.


m) Iniciar > executar > mstsc /v localhost:3355
n) Digitar usuário e senha do WTS, e BINGO tais dentro da rede windows do cliente X.
Putty Release 0.60 - Link para download


Já imaginasse estar dirigindo e de repente uma tela AZUL?

Novo carro da fiat vem com Windows instalado de fábrica

Não, esta não é uma pegadinha, aliaz, primeiro de Abril já passou faz muito tempo! Agora até seu carro virá com um OEM da Microsoft.

Trata-se do novo modelo comercializado pela FIAT no Brasil. O Fiat Punto virá com sistema eletrônico desenvolvido pela Microsoft.

O novo Fiat Punto contará com sistema bluetooth, podendo, por exemplo, se conectar ao celular no seu bolso ou dentro de uma pasta, tornando possível atender uma chamada com as mãos no volante tendo as informações como mensagens de texto exibidas no painel digital do veículo.

Também é possível acessar MP3 em Celulares, memory keys ou MP3 players, recebendo as músicas por bluetoth. O veículo possui, ainda, interface USB 2.0 no porta-luvas.

O sistema é chamado de Blue&Me e há um ano equipa 20% dos automóveis Fiat vendidos na Europa. O sistema é controlado por um computador central que roda Windows Mobile.

Agora só falta conexão banda larga e gasolina infectada com vírus, se espalhando pelos veículos e criando uma botnet de veículos zumbis.

Fonte: Informatizando


USB 2.0 poderão se comunicar através da rede elétrica

A velocidade e a facilidade de uso tornaram o padrão USB 2.0 um dos maiores sucessos da indústria de informática. De teclados, impressoras e discos rígidos, até brinquedos e resfriadores de suco, o mercado está repleto de equipamentos e quinquilharias que se comunicam ou são abastecidos através de uma porta USB.

Agora, acaba de chegar ao mercado uma solução que vai ampliar ainda mais o leque de possibilidades de uso da interface USB. A empresa Icron Technologies apresentou o protótipo de um hub USB 2.0 que se comunica por meio da rede elétrica comum.

A solução rompe o limite físico da utilização dos equipamentos USB, na medida em que eles não precisarão mais ficar próximos ao computador. O sinal USB viaja através dos fios da rede elétrica da residência ou escritório utilizando a tecnologia HD-PLC, da empresa japonesa Panasonic.

O chipset da Panasonic permite taxas de transferência de dados de 190 Mbps sem qualquer modificação na fiação e nem no computador, que não exige nem mesmo drivers adicionais, funcionando no padrão plug and play em Windows, Linux e Mac-OS.

A Icron afirmou que o equipamento logo estará disponível para venda no site da empresa.

Fonte: IT