Já imaginasse estar dirigindo e de repente uma tela AZUL?

Novo carro da fiat vem com Windows instalado de fábrica

Não, esta não é uma pegadinha, aliaz, primeiro de Abril já passou faz muito tempo! Agora até seu carro virá com um OEM da Microsoft.

Trata-se do novo modelo comercializado pela FIAT no Brasil. O Fiat Punto virá com sistema eletrônico desenvolvido pela Microsoft.

O novo Fiat Punto contará com sistema bluetooth, podendo, por exemplo, se conectar ao celular no seu bolso ou dentro de uma pasta, tornando possível atender uma chamada com as mãos no volante tendo as informações como mensagens de texto exibidas no painel digital do veículo.

Também é possível acessar MP3 em Celulares, memory keys ou MP3 players, recebendo as músicas por bluetoth. O veículo possui, ainda, interface USB 2.0 no porta-luvas.

O sistema é chamado de Blue&Me e há um ano equipa 20% dos automóveis Fiat vendidos na Europa. O sistema é controlado por um computador central que roda Windows Mobile.

Agora só falta conexão banda larga e gasolina infectada com vírus, se espalhando pelos veículos e criando uma botnet de veículos zumbis.

Fonte: Informatizando


USB 2.0 poderão se comunicar através da rede elétrica

A velocidade e a facilidade de uso tornaram o padrão USB 2.0 um dos maiores sucessos da indústria de informática. De teclados, impressoras e discos rígidos, até brinquedos e resfriadores de suco, o mercado está repleto de equipamentos e quinquilharias que se comunicam ou são abastecidos através de uma porta USB.

Agora, acaba de chegar ao mercado uma solução que vai ampliar ainda mais o leque de possibilidades de uso da interface USB. A empresa Icron Technologies apresentou o protótipo de um hub USB 2.0 que se comunica por meio da rede elétrica comum.

A solução rompe o limite físico da utilização dos equipamentos USB, na medida em que eles não precisarão mais ficar próximos ao computador. O sinal USB viaja através dos fios da rede elétrica da residência ou escritório utilizando a tecnologia HD-PLC, da empresa japonesa Panasonic.

O chipset da Panasonic permite taxas de transferência de dados de 190 Mbps sem qualquer modificação na fiação e nem no computador, que não exige nem mesmo drivers adicionais, funcionando no padrão plug and play em Windows, Linux e Mac-OS.

A Icron afirmou que o equipamento logo estará disponível para venda no site da empresa.

Fonte: IT