Emular gráfico X do Linux no Windows

Estava vendo na lista de discussão do Oracle, e tiveram uma dúvida bem interessante, como abrir o X de um AIX/Linux para instalação remota.
Uma das opções interessantes sem precisar instalar nada no Server Linux é utilizar o putty + Xming X Server for Windows.
Irei mostrar passo a passo um pequeno case que fiz:

Primeiro temos que fazer o download do Xming X Server for Windows

sourceforge.net/projects/xming/

Continue lendo →


Tunel parte 2

Bom imagino que o primeiro artigo sobre tunel ficou claro, porém muitos nem conhecem oracle e nem sabem como o utiliza. É uma pena!

Mas neste artigo vou mostrar como fazer um tunel de uma máquina que está na rede com a porta 3389 aguardando uma conexão e eu tenho somente acesso a um unico linux assim poderei puxar a porta do WTS para que eu consiga conectar fazendo assim um tunel:

Especificações:

Minha maquina em casa
IP Interno: 192.168.5.50
Meu Modem router
IP Interno: 192.168.5.254
IP Externo: 200.154.66.74

Servidor remoto Cliente X (Linux)
IP Externo: 200.45.3.1
IP Interno: 192.168.11.1
Servidor WTS na rede do Cliente X (Windows)
IP Interno: 192.168.11.20

Obs.: Sabendo que eu só tenho acesso via SSH porta 22 no servidor linux do cliente X porem estando ali posso pingar as máquinas internas caso este tenha acesso a estes micros/servers.

Então só para relembrar eu irei acessar o linux e farei um tunel para a máquina windos com WTS para que eu acesse remotamente uma maquina windows da rede do cliente.

Passos
a) abrir o putty


b) entrar com os dados para se conectar IP: 200.45.3.1 SSH porta: 22


c) Connection > SSH > Tunnels
d) Source port: 3355
e) Destination: localhost:3355


f) Add
g) Open


h) entrar com usuário e senha
i) no prompt digitar :

  1. ssh -L 3355:192.168.11.20:3389 localhost

j) Nesta parte poderá solicitar usuário e senha, assim informe os memos dados que entrasse no item (h). Isto é por causa que estais se conectando novamente na própria máquina [localhost = 192.168.11.1 = maquina linux via SSH].

l) Deve-se deixar o putty aberto para que estabeleça o tunel com sua máquina, assim podendo prosseguir com os seguintes passos.


m) Iniciar > executar > mstsc /v localhost:3355
n) Digitar usuário e senha do WTS, e BINGO tais dentro da rede windows do cliente X.
Putty Release 0.60 - Link para download


SSH sem senha

Este processo de deixar um servidor confiar noutro servidor linux na rede é muito usando para não haver complicações em aplicações como syncronismo de informação, copia de arquivos e qualquer coisa que vá trafegar entre um servidor ou outro sem precisar de ficar montando compatilhamentos entre servidores.
E como sempre esse processo será da maior seguranca que um samba por exemplo.

Primeiro devemos efetuar a criação as chaves de acesso entre os servidores:

ssh-keygen -b 1024 -t rsa

Esse comando chama o utilitário 'ssh-keygen' e diz para criar uma chave de 1024 bits e usando o algoritmo rsa. Para a chave ser criada deverá ter no mínimo 512 bits, mas 1024 é o suficiente para ter uma ótima segurança. Caso seu servidor use SSH versão 1 terá que ser usado o algoritmo rsa, mas se for versão 2 poderá ser usado tanto rsa como dsa. Caso use dsa, ficará assim: ssh-keygen -b 1024 -t dsa.

Feito isso aparecerá no seu console:

[oracle[a]localhost oracle] Enter file in which to save the key (/home/oracle/.ssh/id_rsa.pub)

Aqui será especificado o local onde será criada as chaves. O ideal é não alterar. Pressione ENTER.

[oracle[a]localhost oracle] Enter passphrase (empty for no passphrase):

Nesse ponto é que está o segredo!!! Aqui pedirá uma 'passphrase' que é uma 'frase-senha', mas como queremos nos logar sem senha, aperte ENTER, e não coloque nada.

[oracle[a]localhost oracle] Enter same passphrase again:

ENTER de novo.

[oracle[a]localhost oracle] Your public key has been saved in /home/oracle/.ssh/id_rsa.pub
The key fingerprint is:
00:00:00:00:00:00:00:00:00:00:00:00:00:00:00:00

Aparecendo isso que dizer que as chaves foram criadas com sucesso. (A 'key fingerprint' é diferente em cada caso). Agora falta pouco para terminarmos... Digitando esse comando:

[oracle[a]localhost oracle] scp /home/oracle/.ssh/id_rsa.pub oracle[a]10.0.0.5:/home/oracle/.ssh/

Será copiado nossa chave pública para o servidor. Não esqueça, tem que ser a chave PÚBLICA. A privada nunca sai de sua máquina. scp é o utilitário que irá copiar nossa chave, id_rsa.pub é a nossa chave (caso você tenha escolhido o algoritmo DSA, o nome será id_dsa.pub), oracle é o usuário, 10.0.0.5 é o servidor e finalmente o caminho para onde vai a chave.

Agora logando-se na máquina você perceberá que o servidor ainda pede a senha. O que temos que fazer é ir no diretório onde está a chave pública e mudarmos o nome para 'authorized_keys':

[oracle[a]localhost oracle] mv id_rsa.pub authorized_keys (caso seja rsa)
[oracle[a]localhost oracle] mv id_rsa.pub authorized_keys2 (Olha o 2 aí)(caso seja dsa)

Dê um logout com 'exit': exit
E logue-se de novo e não pedirá mais a senha.

Ref.: SSH sem senha ; br-linux.org ; dicas-L