Preview do ODA – Oracle Database Appliance

Vou falar um pouco sobre o ODA, apelido para Oracle Database Appliance, no caso irei falar sobre o X2, que é um equipamento simplificado, pré-configurado, que não exige habilidades específicas para instalação e implementação de um banco de dados Enterprise. Com interface gráfica amigável e de fácil utilização e gerenciamento. Basta plugar na energia, na rede e seguir com a instalação rápida.
Tive o prazer de instalar e configurar pouto tempo atrás.

O Oracle Database Appliance X2 traz em um único equipamento de baixo custo e alta performance, o banco de dados mais popular do mundo.
O ODA contem dois servidores com 4 processadores Intel six-core, 96GB de RAM por node, rede e storage de 4TB efetivos integrados para sua base de dados e discos SSD para melhorar a performance dos REDO LOGs. Além disso, traz também o Oracle Enterprise Linux, Oracle Database Enterprise Edition 11g R2 e o Oracle Appliance Manager. O Hardware totalmente redundante, sem pontos de falha. O Software também com opcionais de alta disponibilidade como o Oracle RAC. Assim conseguimos simplificar seu ambiente, reduzindo o custo, tempo e complexidade de instalação, gerenciamento e implementação de cluster e aplicação de patches.
A seguir peguei um vídeo do youtube para falar um pouco mais sobre o equipamento: Continue lendo →


Ferramentas removidas e adicionadas no Oracle Client 11g

Este artigo rápido serve para retratar de duas ferramentas removidas do oracle client 11g que estavam presentes até então no 9i e 10g.

SQLPLUSW - SqlPlus para Windows foi retirado restando somente a versão sqlplus modo MSDOS, para sua função de desenvolvimento agora vem junto com o client o SQL Developer visando ser muito melhor.

Console do Enterprise Manager JAVA Desktop ferramenta encontrada até o 10g e suprimida pelo Oracle Enterprise Manager Web (OEM web).

SQL Developer Foi adicionado para auxiliar na administração de dados do database.

Fonte: Artigo OracleHome.com.br: Ferramentas removidas e adicionadas no Oracle Client 11g


Certificado OCP 11g

Venho com ótimas notícias, depois de um tempo estudando as new features do release 11g R1/R2 da Oracle, hoje prestei a prova para atualizar da minha OCP 10g para a versão 11g e consegui passar com 97% de acertos da prova.

Caso alguém esteja estudando, recomendo o livro “OCP 11g New Features for Administrators Exam Guide” do Sam Alapati da editora Oracle Press além da própria documentação Oracle que é muito bem escrita.
Um grande abraço a todos !


Minha Certificação 11g

Minha Certificação 11g



Gerenciamento automático do 11g

Aproveitando meu momento de estudos deixo aqui um gráfico bem simplificado do que mudou entre o oracle 9i até o 11g.

Oracle continua o esforço iniciado em Oracle 9i e exercida através Oracle 10g para simplificar dramaticamente, em última análise, automatizar as tarefas que deve dba desempenha.

O que há de novo no Oracle Database 11g é Automatic SQL Tunning com copetencia de auto-aprendizagem.
Outras novas capacidades incluem automaticamente, unificar a melhoria de ambos SGA e PGA em buffers de memoria, e novos conselheiros para particionamento, reparação do database, streams performance, e gerenciamento do espaço.

Entre outros mais que ao longo do tempo vou registrar aqui

.

oracle11g-managementAutomation

A Oracle continua o esforço iniciado em Oracle 9i e exercida através Oracle 10g para simplificar dramaticamente, em última análise, automatizar as tarefas que deve dba desempenha.

O que há de novo no Oracle Database 11g é Automatic SQL Tunning com copetencia de auto-aprendizagem.

Outras novas capacidades incluem automaticamente, unificar a melhoria de ambos SGA e PGA em buffers de memoria, e novos conselheiros para particionamento, reparação do database, streams performance, e gerenciamento do espaço.

Entre outros mais que ao longo do tempo vou registrar aqui.


O que é Oracle Fusion Middleware 11g?

Um dos grandes objetivos da Oracle é prover um conjunto de produtos ou soluções que atendam a diversos níveis, da infraestrutura, passando pelo banco de dados, e tendo o middleware como base para a construção de aplicações, tendo então uma plataforma unificada para atender todos esses pontos.

Um middleware pode ser definido como sendo uma categoria de soluções tecnológicas para atuação em Arquitetura Distribuída onde múltiplos processos cooperam num conjunto de máquinas interagindo através de uma infraestrutura de rede para suportar e simplicar soluções distribuídas, complexas e interoperáveis que agregam grande valor de negócio.


No caso da Oracle o middleware contém um conjunto bastante amplo de ferramentas ou soluções: ferramentas de desenvolvimento, interação com o usuário, gerenciamento de performance corporativo, business intelligence, gerenciamento de conteúdo, gerenciamento SOA e de processos, application grid, gerenciamento corporativo e gerenciamento de identidades.

O grande benefício do Fusion Middleware 11g é a unificação dos servidores de aplicação passando por uma reformulação e maior integração entre todas as ferramentas. Com isso espera-se que:

* se ganhe agilidade nos negócios
* se tenha flexibilidade em ambientes de TI heterogêneos
* se tenha vantagens ao usar as modernas arquiteturas de software e hardware

Ferramentas usadas como BPEL, Service Bus e outras.

Para saber mais:

* Documentação do Oracle Fusion Middleware 11g: www.oracle.com/technology/documentation/middleware.html
* Evento de lançamento do OFM no Brasil: www.oracle.com/technology/documentation/middleware.html

Fonte: Galdino Blog @ Oracle


Banco de Dados Oracle alcança novo recorde mundial

Benchmark TPC-C analisa o banco de dados Oracle 11g com Windows executado em servidor Dell PowerEdge 2900

A Oracle anunciou o novo recorde mundial no benchmark TPC-C para o banco de dados Oracle® 11g Standard Edition One executado no Windows(1). Com esse resultado, a Oracle passa a deter as três primeiras posições na categoria das dez na relação preço x performance do benchmark TPC-C. Essa análise é mais uma demonstração do compromisso da Oracle em fornecer escalabilidade e desempenho com baixo custo para clientes de qualquer porte.

O banco de dados Oracle 11g Standard Edition One executado em um servidor Dell PowerEdge 2900, equipado com um processador Intel Quad-Core Xeon de 2,66 GHz e sistema operacional Windows alcança 97.083 transações por minuto com relação preço x performance de US$ 0,68/tpmC. Isso representa o melhor custo por transação por minuto já alcançado com o benchmark TPC-C. Dessa forma, a Oracle permanece líder na categoria com os melhores resultados em Windows e Linux.

"O resultado do benchmark demonstra mais uma vez que a Oracle pode oferecer desempenho inigualável por um preço acessível, independentemente do sistema operacional escolhido pelo cliente", afirma Sushil Kumar, diretor sênior da Gerência de Produto de Disponibilidade, Capacidade de Gerenciamento e Desempenho do Banco de Dados da Oracle. "O banco de dados Oracle 11g Standard Edition One que roda no servidor Dell PowerEdge 2900 fornece aos clientes benefícios inegáveis, com uma solução escalável e de alta performance para ambientes baseados em Windows." Continue lendo →