Preview do ODA – Oracle Database Appliance

Vou falar um pouco sobre o ODA, apelido para Oracle Database Appliance, no caso irei falar sobre o X2, que é um equipamento simplificado, pré-configurado, que não exige habilidades específicas para instalação e implementação de um banco de dados Enterprise. Com interface gráfica amigável e de fácil utilização e gerenciamento. Basta plugar na energia, na rede e seguir com a instalação rápida.
Tive o prazer de instalar e configurar pouto tempo atrás.

O Oracle Database Appliance X2 traz em um único equipamento de baixo custo e alta performance, o banco de dados mais popular do mundo.
O ODA contem dois servidores com 4 processadores Intel six-core, 96GB de RAM por node, rede e storage de 4TB efetivos integrados para sua base de dados e discos SSD para melhorar a performance dos REDO LOGs. Além disso, traz também o Oracle Enterprise Linux, Oracle Database Enterprise Edition 11g R2 e o Oracle Appliance Manager. O Hardware totalmente redundante, sem pontos de falha. O Software também com opcionais de alta disponibilidade como o Oracle RAC. Assim conseguimos simplificar seu ambiente, reduzindo o custo, tempo e complexidade de instalação, gerenciamento e implementação de cluster e aplicação de patches.
A seguir peguei um vídeo do youtube para falar um pouco mais sobre o equipamento: Continue lendo →


Linux Bonding mode 3 e 6 em Oracle RAC 10g a 11g pode ocasionar problemas

Essa semana tive dois clientes com o mesmo problema, utilizando RAC 11g e um dos nodes caiu e não voltou mais, ssh ok, ping ok e tudo redondinho, menos um detalhe que não esperava assim de imediato, BONDING configurado nas maquinas.

De acordo com o Doc RAC and Oracle Clusterware Best Practices and Starter Kit (Linux) [ID 811306.1] e o Linux: ARP cache issues with Red Hat "balance-alb (mode 6)" bonding driver [ID 756259.1] do metalink o bond mode 3 (para a interconnect) e o mode 6 (para a interconnect e public) devem ser evitados.

Testes de modo 3 para a interconexão privada provou que duplica todos os pacotes UDP e os transmite em cada caminho. Isto aumenta a sobrecarga de CPU para o processamento de dados da interligação desse modo fazendo a interligação menos eficiente. Os pacotes UDP duplicadas causadas pelo mode 3 expôs o Bug 7238620 (ORA-600 [2032]) e o Bug 9081436 (GC CR REQUEST WAIT CAUSING SESSIONS TO WAIT). Embora os problemas conhecidos com o mode 3 são isoladas para a interconexão, está fora de cogitação o seu uso para a rede pública também devido a ineficiências com o mode 3 mencionado ateriormente.

Continue lendo →


Emular gráfico X do Linux no Windows

Estava vendo na lista de discussão do Oracle, e tiveram uma dúvida bem interessante, como abrir o X de um AIX/Linux para instalação remota.
Uma das opções interessantes sem precisar instalar nada no Server Linux é utilizar o putty + Xming X Server for Windows.
Irei mostrar passo a passo um pequeno case que fiz:

Primeiro temos que fazer o download do Xming X Server for Windows

sourceforge.net/projects/xming/

Continue lendo →


Primeiro post a partir do celular

Agora poderei postar algumas coisas mais rápidas no site a partir do meu Android. Quem não sabe tbm pode estar me seguindo no Twitter, q pelo visto estou mais que aki. Mobilidade hj em dia eh tudo.
Bom acho que já serve como teste.


Timezone interfere no startup do dbconsole

Dia 18 de outubro de 2009 mudou o horario de verão e dia 21 de fevereiro de 2010 irá mudar novamente.
Com isso há uma troca de timezone de -03:00 para -02:00 e vice versa.

O Enterprise Manager Web se perde após esta troca, pois há configurações que indicão qual o timezone ele está trabalhando e tudo se altera e nada mais bate corretamente.

Pode ser visto desta forma:

[oracle@vmrstoever01 ~]$ date "+%z"
-0200
[oracle@vmrstoever01 ~]$ cat /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0/vmrstoever01_tkrs01/sysman/config/emd.properties | grep TZ
agentTZRegion=Etc/GMT+3

Esta já é uma forma de identificarmos o problema.

Outra é tentar iniciar o EM e ficar esperando e esperando para aparecer no final failed.

[oracle@vmrstoever01 ~]$ emctl start dbconsole
TZ set to Brazil/East
Oracle Enterprise Manager 10g Database Control Release 10.2.0.4.0
Copyright (c) 1996, 2007 Oracle Corporation.  All rights reserved.

vmrstoever01:1158/em/console/aboutApplication

Starting Oracle Enterprise Manager 10g Database Control ............................................................................................. failed.
------------------------------------------------------------------
Logs are generated in directory /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0/vmrstoever01_tkrs01/sysman/log
[oracle@vmrstoever01 ~]$ emctl start agent
TZ set to Brazil/East
Oracle Enterprise Manager 10g Database Control Release 10.2.0.4.0
Copyright (c) 1996, 2007 Oracle Corporation.  All rights reserved.
Starting agent ................................. failed.

O que podemos fazer para resolver isso?
Recriar os arquivos do EM é uma opção porem há outra opção mais simples

Editar o arquivo /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0/vmrstoever01_tkrs01/sysman/config/emd.properties
e ir na linha agentTZRegion e trocar para Etc/GMT+2 ficará assim:
#agentTZRegion=Etc/GMT+3
agentTZRegion=Etc/GMT+2

Agora forcar o TZ da maquina para o mesmo TimeZone

[oracle@vmrstoever01 ~]$ export TZ=Etc/GMT+2

E em seguida resetar o TZ do agent efetuando os seguintes processos

[oracle@vmrstoever01 ~]$ emctl resetTZ agent
Oracle Enterprise Manager 10g Database Control Release 10.2.0.4.0
Copyright (c) 1996, 2007 Oracle Corporation.  All rights reserved.
Updating /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0/vmrstoever01_tkrs01/sysman/config/emd.properties...
Time zone set to Etc/GMT+2.

To complete this process, you must either:

connect to the database served by this DBConsole as user 'sysman', and execute:

SQL> exec mgmt_target.set_agent_tzrgn('vmrstoever01:3938','Etc/GMT+2')

-- or --

connect to the database served by this DBConsole as user 'sys', and execute:

SQL> alter session set current_schema = SYSMAN;
SQL> exec mgmt_target.set_agent_tzrgn('vmrstoever01:3938','Etc/GMT+2')

Aqui eu escolhi a segunda opção e efetuei os seguintes comandos
[oracle@vmrstoever01 ~]$ sqlplus

SQL*Plus: Release 10.2.0.4.0 - Production on Wed Dec 23 11:29:58 2009

Copyright (c) 1982, 2007, Oracle.  All Rights Reserved.

Enter user-name: / as sysdba

Connected to:
Oracle Database 10g Release 10.2.0.4.0 - Production

SQL> alter session set current_schema = SYSMAN;

Session altered.

SQL> exec mgmt_target.set_agent_tzrgn('vmrstoever01:3938','Etc/GMT+2')

PL/SQL procedure successfully completed.

SQL> commit;

Commit complete.

Agora pode ser conferido o Agent se está ok.

[oracle@vmrstoever01 ~]$ emctl start agent
Oracle Enterprise Manager 10g Database Control Release 10.2.0.4.0
Copyright (c) 1996, 2007 Oracle Corporation.  All rights reserved.
Starting agent ..... started.

E em seguida pode ser iniciado o dbconsole e neste ponto pode ser notado que o EM inicia muito mais rapidamente:

[oracle@vmrstoever01 ~]$ emctl start dbconsole
Oracle Enterprise Manager 10g Database Control Release 10.2.0.4.0
Copyright (c) 1996, 2007 Oracle Corporation.  All rights reserved.

vmrstoever01:1158/em/console/aboutApplication

Agent Version     : 10.1.0.6.0
OMS Version       : 10.1.0.6.0
Protocol Version  : 10.1.0.2.0
Agent Home        : /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0/vmrstoever01_tkrs01
Agent binaries    : /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0
Agent Process ID  : 8381
Parent Process ID : 8378
Agent URL         : vmrstoever01:3938/emd/main
Started at        : 2009-12-23 11:34:53
Started by user   : oracle
Last Reload       : 2009-12-23 11:34:53
Last successful upload                       : (none)
Last attempted upload                        : (none)
Total Megabytes of XML files uploaded so far :     0.00
Number of XML files pending upload           :       12
Size of XML files pending upload(MB)         :     0.05
Available disk space on upload filesystem    :    23.61%
Agent is already started. Will restart the agent
Stopping agent ... stopped.
Starting Oracle Enterprise Manager 10g Database Control ................. started.
------------------------------------------------------------------
Logs are generated in directory /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0/vmrstoever01_tkrs01/sysman/log

Desta forma pode ser verificado que os XML files pending upload foram efetuados com sucesso:

[oracle@vmrstoever01 ~]$ emctl status agent
Oracle Enterprise Manager 10g Database Control Release 10.2.0.4.0
Copyright (c) 1996, 2007 Oracle Corporation.  All rights reserved.
---------------------------------------------------------------
Agent Version     : 10.1.0.6.0
OMS Version       : 10.1.0.6.0
Protocol Version  : 10.1.0.2.0
Agent Home        : /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0/vmrstoever01_tkrs01
Agent binaries    : /oraprd01/app/oracle/product/10.2.0
Agent Process ID  : 10115
Parent Process ID : 8898
Agent URL         : vmrstoever01:3938/emd/main
Started at        : 2009-12-23 11:37:18
Started by user   : oracle
Last Reload       : 2009-12-23 11:37:18
Last successful upload                       : 2009-12-23 13:19:28
Total Megabytes of XML files uploaded so far :     2.23
Number of XML files pending upload           :        0
Size of XML files pending upload(MB)         :     0.00
Available disk space on upload filesystem    :    23.47%
---------------------------------------------------------------
Agent is Running and Ready

Referencias:

www.rnp.br/cais/alertas/2009/cais-alr-20091015.html

metalink.oracle.com


Oracle recomenda melhores práticas com foco em virtualização

A Oracle anunciou a ampliação do programa de configurações validadas para o Oracle VM, seu software de virtualização de servidores. A intenção é ajudar os clientes que queiram implementar ambientes virtualizados com rapidez e otimizar os recursos do datacenter com redução de riscos e custos.

Segundo a companhia, com as configurações validadas da Oracle, as empresas podem instalar soluções Linux e Oracle VM de maneira rápida e econômica. O programa oferece arquiteturas pré-testadas e validadas, com base nas melhores práticas para software, hardware, armazenamento e componentes de rede, a fim de ajudar a melhorar o desempenho, a escalabilidade e a confiabilidade das implementações das soluções em menos tempo e com menos investimento.

O programa oferece detalhes sobre o que e como instalar, além de recomendações sobre as combinações de hardware e software mais eficazes. Desde o lançamento do programa em 2006, a Oracle e seus parceiros estratégicos distribuíram mais de 145 configurações.

O novo Oracle Linux Kit está disponível e inclui o Oracle VM, permitindo que usuários avançados criem suas próprias configurações.

Para obter uma lista completa de configurações validadas, acesse:  linux.oracle.com/pls/apex/f?p=102:1:3540525736573441.

Fonte: resellerweb.com.br


Limites de memória do Windows

Para quem está querendo comprar um servidor Windows e está na duvida em qual comprar devido a quantidade de memória que um Windows irá suportar e claro a sua licen$a irá suportar...
limites_memoria-winPara ver a lista completa : MSDN


Oracle Driver ODBC 32bits não é aparece no Administrador de fontes de dados ODBC win 64bits

windows_xp_logoAo instalar um client do oracle em um Windows 2003 Server 64-bits com a opção de ter o drive ODBC instalado, me deparei com algo meio que óbvio, porem para achar o bendito aplicativo ou como registrar o drive 32bit num OS 64bit não foi simples.
O drive do Oracle não é listado no Administrador de fontes de dados ODBC do Windows.

Dando uma lida na internet acabei encontrando no site da Microsoft o artigo 942976 que menciona bem o meu problema e de muitos outros bancos de dados.
PostgreSQL,MySQL,entre outros.

512-odbc-administrator"A versão de 32 bits da ferramenta Administrador de ODBC e a versão de 64 bits da ferramenta administrador ODBC exibem os DSNs de usuário de 32 bits e os DSNs de usuário de 64 bits em uma versão de 64-bit do sistema operacional Windows"

Sintomas: Continue lendo →


FAPESP-Microsoft Research abrem nova chamada

Agência FAPESP – O Instituto Virtual de Pesquisas FAPESP-Microsoft Research lançou nova chamada pública de propostas para apoio à pesquisa fundamental e de classe mundial em tecnologias de informação e comunicações.

No âmbito da chamada, a pesquisa acadêmica tem dois ingredientes essenciais: criação de novo conhecimento científico e comunicação de resultados na comunidade acadêmica mundial. Os projetos devem ter impacto por meio de: 1) pesquisa nova, criativa e interessante para o avanço das TIC; 2) Publicação e disseminação do conhecimento e de experiências para a comunidade acadêmica mundial.

As propostas devem ser apresentadas por pesquisadores de Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa, públicas ou privadas sem fins lucrativos, no Estado de São Paulo.

O total de recursos disponível para atender às propostas selecionadas é de R$ 1 milhão. As propostas deverão considerar projetos com duração de no máximo dois anos e serão recebidas pela FAPESP até o dia 7 de agosto.

O Instituto Virtual de Pesquisas FAPESP-Microsoft Research, resultado de um convênio assinado entre as duas instituições em abril de 2007, é uma iniciativa pioneira no Brasil que associa os setores público e privado de modo a estimular a geração e a aplicação de conhecimento em TIC.

A proposta do instituto é formar uma rede de pesquisadores capazes de criar novos conhecimentos que contribuam para expandir as capacidades da tecnologia de computação para atender mais e melhor às questões-chave para beneficiar as pessoas, a sociedade e a sustentabilidade do planeta.

Mais informações sobre a chamada e o convênio: www.fapesp.br/convenios/microsoft


Banco de Dados Oracle alcança novo recorde mundial

Benchmark TPC-C analisa o banco de dados Oracle 11g com Windows executado em servidor Dell PowerEdge 2900

A Oracle anunciou o novo recorde mundial no benchmark TPC-C para o banco de dados Oracle® 11g Standard Edition One executado no Windows(1). Com esse resultado, a Oracle passa a deter as três primeiras posições na categoria das dez na relação preço x performance do benchmark TPC-C. Essa análise é mais uma demonstração do compromisso da Oracle em fornecer escalabilidade e desempenho com baixo custo para clientes de qualquer porte.

O banco de dados Oracle 11g Standard Edition One executado em um servidor Dell PowerEdge 2900, equipado com um processador Intel Quad-Core Xeon de 2,66 GHz e sistema operacional Windows alcança 97.083 transações por minuto com relação preço x performance de US$ 0,68/tpmC. Isso representa o melhor custo por transação por minuto já alcançado com o benchmark TPC-C. Dessa forma, a Oracle permanece líder na categoria com os melhores resultados em Windows e Linux.

"O resultado do benchmark demonstra mais uma vez que a Oracle pode oferecer desempenho inigualável por um preço acessível, independentemente do sistema operacional escolhido pelo cliente", afirma Sushil Kumar, diretor sênior da Gerência de Produto de Disponibilidade, Capacidade de Gerenciamento e Desempenho do Banco de Dados da Oracle. "O banco de dados Oracle 11g Standard Edition One que roda no servidor Dell PowerEdge 2900 fornece aos clientes benefícios inegáveis, com uma solução escalável e de alta performance para ambientes baseados em Windows." Continue lendo →